Translate

Pesquisar

Hino Medieval: Ave, Maris Stella



Ave, Maris Stella,
Dei mater alma,
Atque semper Virgo,
Felix caeli porta.
 
Sumens illud Ave,
Gabrielis ore,
Funda nos in pace
Mutans Evae nomen.
 
Solve vincla reis,
Profer lumen caecis,
Mala nostra pelle,
Bona cuncta posce.
 
Monstra te esse Matrem,
Sumat per te preces,
Qui pro nobis natus
Tulit esse tuus.
 
Virgo singularis,
Inter omnes mitis,
Nos, culpis solutos,
Mites fac et castos.
 
Vitam praesta puram,
Iter para tutum:
Ut, videntes Jesum,
Semper collaetemur.
 
Sit laus Deo Patri,
Summo Christo decus
Spiritui Sancto,
Tribus honor unus. 

Amen.

Tradução para o Português:

Ave, do mar Estrela
De Deus mãe bela,
Sempre Virgem, da morada
Celeste feliz entrada.

Ó tu que ouviste da boca
Do anjo a saudação;
Dá-nos a paz e quietação;
É o nome da Eva troca.

As prisões aos reús desata.
E a nós cegos alumia;
De tudo o que nos maltrata
Nos livra, o bem nos granjeia.

Ostenta que és mãe, fazendo
Que os rogos do povo seu
Ouça aquele que, nascendo
Por nós, quis ser Filho Teu.

Ó Virgem Especiosa,
Toda cheia de ternura,
Extintos nossos pecados
Dá-nos pureza e bravura,

Dá-nos uma vida pura,
Põe-nos em vida segura,
Para que a Jesus gozemos,
E sempre alegremos.

A Deus Pai veneramos:
A Jesus Cristo também:
E ao Espírito Santo, demos
Aos três um louvor:

Amém


O criador da letra teria sido São Venâncio Fortunato (530-609), bispo de Poitiers, a quem atribui-se também o “Pange Lingua Gloriosi Proelium Certaminis” (“Canta, minha língua, o glorioso combate”) que serviu de inspiração para o hino eucarístico “Pange Lingua Gloriosi Corporis Mysterium” (“Canta, minha língua, o glorioso mistério da Hóstia”) de São Tomás de Aquino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário